Dia mundial da Luta contra a sida

segunda-feira, 1 de dezembro de 2014


Nunca fiz o teste.
Eu sei que é gratuito e confidencial, fácil e rápido, mas nunca o fiz.
Porquê?
Porque tenho medo.
A espera angustia-me, e a possibilidade - ainda que remota - de vir um positivo na folha, afastam-me dos testes como o diabo da cruz.
Mesmo tendo sempre sexo seguro e evitando comportamentos de risco, e estatisticamente não tendo poucas probabilidades, nunca tive coragem para o fazer.
Eventualmente hei-de o fazer, e provavelmente não vai dar em nada, mas por agora não consigo.

E vocês?
Já alguma vez se testaram?
Alguma vez tiveram comportamentos de risco?

23 comentários:

  1. Faço todo ano, junto com colesterol e outros bichos. Porque é melhor saber...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu nem vivo na dúvida, mas neste dia sempre é que me lembro sempre disto xD

      Eliminar
  2. Quando faço analises clínicas peço ao laboratório para ver.
    Acho que devias fazer Miguel, não se trata duma questão de alívio porque tu sabes o que fazes com o teu corpo, mas há que desmistificar. O processo é simples. Vá rapaz..

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Agora com a nova norma, os médicos de familia mandam fazer o despiste com as análises de rotina, por isso é só pedir umas análisezinhas de rotina, e panicar xD

      Eliminar
  3. já fiz o teste porque apanhei o meu ex a trair-me (ele jurou a pés juntos que não houve contacto físico mas eu não acreditei nem acredito) e quis ficar descansada nesse campo.
    sei que devia repetir o teste com regularidade mas nunca mais o fiz...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu cortava-lhe a pila, e só depois é que fazia o teste xD

      Eliminar
    2. Ahah!
      Ainda hoje me questiono como consegui sair de casa sem o fazer.... o certo é que consegui e foi o melhor que fiz! A vingança é mesmo um prato que se come frio. ;)

      Eliminar
  4. FIz o primeiro e foi uma angústia (estúpida até porque também faço sexo seguro) mas depois obviamente veio negativo.

    Faz.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. tenho que arranjar companhia para ir, sozinho não morro de sida, morro de síncope xD

      Eliminar
  5. Faço de seis em seis meses junto com check-up!
    Eu entendo vc.....a primeira vez eu fiquei apavorado também!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Está entrando em vigor em Portugal uma lei agora, que adiciona o VIH aos exames de rotina, quando vc faz análises comuns, passará a ter acesso também a esse exame. Acho sinceramente uma ótima ideia para desmistificar todo o processo.

      Eliminar
  6. Já fiz sim... quando era solteiro, nem sempre tomava as precauções todas... :/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Feliz ou infelizmente tomo-as sempre todas. só falta benzer o pirilau antes xD

      Eliminar
  7. Solteiro ou casado não faz diferença. Monogamia não é sinal de sexo seguro. Apenas temos a certeza que nós somos fieis, nunca poderemos ter certeza do nosso parceiro

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Conheço casos, em que mês e meio de namoro é suficiente para esquecer o preservativo. Depois, quando corre mal - o que acontece nalguns casos- andam arrependidos porque estiveram em situações de risco. Acho que é precisa muita confiança no parceiro para deixar a proteção. Seja gay hetero bi ou tri.

      Eliminar
    2. O Leonel tem toda a razão, a monogamia não garante nada. Apesar de ter toda a confiança nele e saber o que faço, todos os anos lá vou panicar com a agulha. Até porque a via sexual não é a única forma de contágio...

      Eliminar
  8. Um dos piores sentimentos é "não saber" as coisas. Portanto, tem que tomar coragem, pegar a vida pelos cabelos e fazer, sim! Mete os peitos, meu filho... hehe! Hugz!

    ResponderEliminar
  9. Normalmente fazia junto com as análises de rotina. A última vez que fiz as análises, a atrasada mental da médica de família mandou-me para um CAT (e quase que lhe batia me passar as análises "normais").
    No CAT, era por ordem de chegada, mas convinha ir cedo. O funcionamento daquilo é horrivel. Eu estava descansado, porque tenho a noção do que faço e com quem faço (parceiro fixo há 6 anos), mas de qualquer das formas, queria fazer o teste, até porque já há muito tempo que não fazia.
    Estive 4 horas à espera para fazer a colheita de sangue e, noutro dia, outras 4 horas para levantar os resultados (porque foram análises a tudo o que poderia ser DST e não só ao HIV). A espera foi muito, mas mesmo muito má. Acho que se esperasse mais um pouco, era capaz de vomitar o coração LOL

    Apenas para o HIV, a coisa é muito mais rápida e ao fim de meia hora já tens o resultado.

    Não tenhas medo. Faz o teste.

    ResponderEliminar
  10. Sim e sim.
    Negativo e alívio à mistura.

    ResponderEliminar
  11. Já fiz duas vezes. Sempre negativo.
    Uma vez quis ficar descansado, por causa de uma navalha de barbeiro que não foi mudada.

    ResponderEliminar
  12. Fiz sempre no CAD da Lapa, cá em Lisboa. É anónimo, em 30 minutos tens os resultados, dados por uma psicóloga, o que é bom em caso de tragédia.
    Um dia vou experimentar no Checkpoint.

    ResponderEliminar

Vá, a comentar enquanto ainda não cobro nada.
Respondo sempre e coiso.
(sou ótimo a motivar as pessoas hein?)