Ex e amigo, verdade ou mito?

sábado, 6 de dezembro de 2014



E então acaba.
PORQUÊÊÊ?
Simplesmente não deu certo.
Ou Afastaram-se.
Ou Desinteressaram-se.
Ou Traíram-se.

O porquê não interessa, porque o resultado final é mais ou menos o mesmo.

Alguém leva a relação ao abate e diz aquela fatídica frase, como forma de consolação:
"Não interessa, podemos sempre continuar amigos"
ÓTIMA IDEIA!

E isto leva a toda uma nova relação.

Das cinzas de um pé na bunda, surge na grande maioria dos casos uma relação desconfortavelmente cordial, ao invés da amizade feliz e desinteressada, cheia de momentos felizes e simpática nostalgia, que todos fantasiamos quando são proferidas estas palavras.

Sucedem-se os cumprimentos forçados, e as tentativas falhadas de fuga - o bom e velho "ah, nem te vi" -  quando frente a frente, perguntas de ocasião inseridas a custo, os "parabéns, espero que esteja tudo bem contigo." e a obrigatória mensagem genérica de natal e reveillon.
E mesmo que seja desconfortável, e já não haja afinidade, vai repetir-se vezes e vezes sem conta, porque nenhum dos dois vai deliberadamente cortar contacto e passar a ser a má pessoa.

Isto é claro, se ignorarmos por completo a probabilidade de o ex traduzir livremente para "Não interessa, se continuares a ser simpático comigo, voltamos a namorar"

Mas hey, digam-me vocês:
Ficar amigo - no verdadeiro sentido da palavra - do/a Ex, é possível? ou é mito urbano?(vamos excluir relações com décadas da sondagem)

21 comentários:

  1. Perfeitamente possível.
    As minhas duas melhores amigas são precisamente as duas ultimas ex's.(que também são amigas uma da outra).
    E garanto-te que será assim ate ao fim dos meus dias :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nunca namorei amigos, por isso é todo um universo desconhecido pra mim, mas nem duvido nada :)

      Eliminar
  2. Respostas
    1. Acho que nunca cortei radical com praticamente nenhum deles, simplesmente não mantive amizade, sempre foi impossível pra mim xD

      Eliminar
  3. Acho que vai haver sempre desconforto, mesmo nos casos em que a relação termina por ambos, com um motivo lógico e fundamentado pelos dois - simplesmente não deu e segue cada um o seu caminho.
    Agora acho que a maioria dos casos é para esquecer e não voltar a falar. Há excepções claro :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aí é que está, acho que o desconforto não existe sempre. Para mim existe quando forçamos uma amizade ou uma ligação q n existe, pq n sei o que dizer ao gajo, geralmente nem quero dizer nada né, mas pronto.

      Eliminar
  4. Acredito que sim, mas não no imediato lolololololol

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quem acredita numa amizade instantânea depois dum breakup tem que ir ao médico xD

      Eliminar
  5. Muuuito possivel! Um dos meus ex é um dos meus melhores amigos (e a nossa relação terminou de uma maneira bem amarga...). Claro que exige força de vontade e alguma distância nos primeiros meses mas depois é possível, haja vontade. Também depende da pessoa, se for daqueles ex que ainda alimenta esperanças é mais complicado XD

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os que alimentam esperanças são os piores. Nunca me aconteceu a mim, mas já vi acontecer de perto tantas vezes que sinto as dores dos outros xD

      Eliminar
  6. Claro que é possível. Basta haver vontade e maturidade de ambas as partes.
    Mantenho com a minha ex a relação que tínhamos antes de namorar.
    Falamos todos os dias, estamos juntos sempre que da, sou o "tio" da filha dela etc
    Já com o meu ex, pessoa que defendia afincadamente a amizade depois de uma relação terminar, somos amigos no facebufas e pouco mais.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hmmm Quer dizer, aí tens um exemplo um bocado diferente. Acabaram porque pronto, és gay e ela era uma mulher. Era impossível I guess, e isso influencia em muito a relação posterior, até porque tem toda aquela ligação de te teres aberto com ela e lhe ter contado.
      Claro que podia acontecer o inverso total, mas quando há uma afinidade anterior geralmente n corre mal xD

      Eliminar
  7. Olha, com o meu ex deu-se a fatídica frase, e os cumprimentos forçados. Até ao dia que ia em pleno shopping, de braço dado com uma amiga, seguidos por um casal amigo. Íamos todos comer lá. Até que eu pergunto "onde é que ficaram aquelas duas aves?" e ela responde "ficaram a falar com não sei quem." Quando eles chegam junto a mim, dizem-me "olha, não falas-te para o X? Ele ficou com cara de parvo a ver-te passar". Eu juro que não o vi.

    E pronto, a partir desse dia ele passou a ter assuntos super prementes no telemóvel sempre que se cruza comigo... LOL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem, pensa assim, menos um pra te chatear xD

      Eliminar
  8. é possível passado alguns bons meses e depois de cada um ter seguido o seu caminho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que nem sempre é assim tão linear, depende muito.

      Eliminar
  9. Pode eventualmente ser possível depois de um período de luto e se forem pessoas que consigam separar bem as águas e não voltar aos sentimos passados. Ou seja, é raro que seja possível. XD

    ResponderEliminar
  10. É possível sim. Passados uns meses é certo, mas é possível sim. Sou amigo do meu ex número 1.

    ResponderEliminar
  11. Comigo não funcionou. Como diz o Francisco, para ver o passado vou a museus, lololol

    ResponderEliminar

Vá, a comentar enquanto ainda não cobro nada.
Respondo sempre e coiso.
(sou ótimo a motivar as pessoas hein?)