Demasiado Gay

terça-feira, 18 de março de 2014


Há um um ideia comum sobre as pessoas gays que nunca cessa em deixar-me... lixado.

Se és um homem gay, as pessoas esperam que sejas uma menina.
Tens de querer brincar com "brinquedos de menina" enquanto cresces.
Nunca vais querer praticar desportos, és demasiado frágil, gostas de coisas brilhantes, de maquilhagem e decoração de interiores, e dedicas demasiado tempo ao teu cabelo para ser "normal".

Toda a tua masculinidade está perdida, algures além do arco íris.... o da bandeira gay, obviamente.

Se fores uma rapariga lésbica... bem, acho que já perceberam o ponto.

Mesmo sem ser completamente racional, a ideia pegou, qual mancha de vinho na toalha branca do anúncio de Vanish oxi action.
E é um bocado ofensivo. Não completamente ofensivo, mas ofensivo de qualquer maneira.

Se calhar vem tudo explicado no "manual prático de homossexualidade: truques e dicas para ser um gay mais feliz." mais ainda não li, e a minha cópia se calhar perdeu-se no correio, ou então só recebi o capítulo referente a pénis, que sigo religiosamente.
Porque gosto do meu... bastante. Aliás, gosto de pénis num geral, ponto final.

Só porque gosto de homens não quer automaticamente dizer que vou assumir o papel de mulher porque... não quero ser uma.

E as pessoas esperam que te encaixes um bocado nesses papeis pré definidos, porque é mais fácil de entender.
E quando não te encaixas lá, ouves o popular: "Tens a certeza que és gay? Não pareces gay".

Pela mesma bitola, quando tens um comportamento mais extravagante, lá vem o típico "isso foi tão gay".

O que não deixa de ser engraçado, porque num segundo, gay passa de substantivo a advérbio, e nunca no melhor dos sentidos.

O que me leva à pergunta:

Mas há alguma escala para medir o nível de gay? É como os pokemons e tem níveis? (Se fosse um nível, que nível davam ao vídeo acima?)
Quando é que uma pessoa é "Demasiado gay"? Isso existe?
Satisfaçam-me a curiosidade.

Claro que isto tem tudo que ver com as bases da nossa sociedade serem ainda um bocado machistas e haver toda aquela necessidade de atribuir identidades de género a um individuo e blablabla, mas não quero a explicação a um nível sócio cultural. Quero saber por palavras vossas, e da vossa modesta opinião.

22 comentários:

  1. Gostei tanto deste teu canto, por tantas e variadas razões =)

    ResponderEliminar
  2. oh deixa lá essas pessoas, vive a tua ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vivo mas não deixam de me incomodar né Kyle Manuel!

      Eliminar
  3. Igual se disseres que és activo ou passivo. As pessoas precisam de rótulos. Se dizes que és versátil, lá fica a dúvida lololololol

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se bem que pronto não vou dizer ás pessoas na rua o que faço concretamente na cama , quanto muito digo que faço maravilhas xD

      Eliminar
  4. Eu creio que caibo no rotulo de hetero. Sou um bocado bruto a falar, antipático Às vezes, e não tenho trejeitos enfeminados. Contudo, gosto de pilas. E agora?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ai até parece que os gays são todos uma simpatia Horatius manuel xD

      Eliminar
    2. LOL
      eu sou a prova provada que não são :P

      Eliminar
  5. É muito gau, muito gay! Se eu fosse mulher era hetero. Porque eu gosto é mesmo de homens LOLOL

    Estou como o menino Kyle :P Via a tua vida e os outros que se foo** Lixem

    ResponderEliminar
  6. muito bem dito!
    és fanático pelo teu pénis pelo que deu para ver xD

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Todo o homem gosta da sua pilinha. sem ser aqueles que não querem ter pilinha, mas pronto.

      Eliminar
  7. Pior que isso são comentários deste género: "Ah, ele deve ser a mulher da relação!". Ou num casal de lésbias: "Nota-se que ela é o homem!"
    Isto para mim já não é assunto mas o meu patrão às vezes sai-se com estas e eu já lhe disse várias vezes que para uma pessoa com 40 anos, ele é fica mal visto em falar assim.

    Get a life!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ai eu fico TÃO passado quando levo com essas merdas Dora! tipo são dois gajos, a ideia é não haver gaja... e vice versa. Enfim, cocózice pah!

      Eliminar
  8. Não sei quantos níveis havia no pokémon (e o meu rapaz não está aqui para perguntar), mas esse vídeo deve estar no último nível.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eram prai 99 ou 100, pelo menos nos mais antiguinhos, que eu jogava. Também acho que sim xD

      Eliminar
  9. o que é ser gay? eu não sei o que isso é.. não há nada disso em mim! ZERO! não gosto do que desconheço :P

    ResponderEliminar
  10. Sim, efectivamente há um estereotipo criado. Mas esse estereotipo diga-se de passagem é seguido por muitos gays, o que, na minha singela opinião, acaba por alimentar estas ideias. É uma questão do paga o justo pelo pecador! Mas enfim, que se poderá fazer?!

    ResponderEliminar

Vá, a comentar enquanto ainda não cobro nada.
Respondo sempre e coiso.
(sou ótimo a motivar as pessoas hein?)